Sonda Espacial Juno e ao fundo Júpiter

Esta sexta (07/04) será o melhor dia do ano para observar Júpiter, o maior planeta do Sistema Solar.

"Chamamos isso de oposição. É o momento em que a Terra fica exatamente entre Júpiter e o Sol", explica o astrônomo Gustavo Rojas, da UFSCar (Universidade Federal de São Carlos).

"Quando a Lua está cheia, a lua também está no lado oposto do Sol. Nessa configuração, Júpiter fica visível a noite toda."

A oposição acontece em apenas um instante: às 18h39 no dia 7, depois o alinhamento se perde. Mas, na prática, a noite inteira do dia 7 terá a melhor visualização. E no sábado (8), às 18h26, Júpiter estará no ponto mais próximo da Terra (a 666 milhões 459 mil quilômetros).

A observação também depende das questões meteorológicas, mas Júpiter estará visível à noite inteira. Só depois de alguns meses o brilho vai diminuir porque a distância está aumentando.

"Como a Terra gira em torno do Sol, ao longo do ano a gente vai vendo regiões diferentes do céu, por isso algumas constelações a gente consegue ver em certas épocas do ano e não em outras", diz Rafael Sfair, astrônomo e professor da Unesp Guaratinguetá.

  • 470 visualizações
  • Palavras-chave: